Muitos usuários de smartphones acreditam que estão imunes aos vírus e golpes online. Saiba que esses ataques não são limitados aos computadores: as navegações pelo celulares também estão na mira de muitos cibercriminosos. Para entender melhor do assunto, conheça as principais ameaças online que atingem usuários de smartphones e saiba como se proteger.

Veja 3 formas de desinstalar um app no Android e ganhar espaço no smart

Aplicativos

Quem nunca saiu instalando aplicativos para testar a função? Se esse é o seu caso, fique atento, porque eles podem ser portas de entrada para a instalação de vírus e malwares no seu smartphone. Para se proteger, o ideal é sempre baixar os apps de sites oficiais, como Google Play, para Android ou App Store, no iOS. Há riscos em instalar APKs (compilado do aplicativo) de sites externos, já que você não pode verificar quais são as reais funções e se aquele aplicativo tem um vírus escondido.

No entanto, não são apenas os apps externos que devem ser focos de preocupação: segundo a PSafe, milhares de aplicativos da loja do Google também estão infestados. Então vale dar uma olhar o número de downloads, comentários dos outros usuários ou conferir a opinião no TechTudo Downloads para ter certeza se é válido baixar o aplicativo, ou se tem um mais seguro disponível.

Aplicativos também podem transmitir vírus para o celular (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)
Aplicativos também podem transmitir vírus para o celular (Foto: Isadora Díaz/TechTudo)

Normalmente, funções “milagrosas” que prometem espionar, encontrar telefones e mais, tudo de forma gratuita são iscas para ameaças, por isso desconfie quando for uma oferta boa demais. Além disso, antes de instalar veja quais funções o aplicativo tem acesso, para não ser vítima de vírus.

Phishing

Fique de olho em links suspeitos, afinal os navegadores de Internet de celulares também podem ser infestados dos vírus. A prática de phishing busca “enganar” o usuário com uma página falsa, por exemplo, para conseguir coletar dados pessoais ou até financeiros. E isso pode dar muita dor de cabeça mais tarde, com o uso indevido do cartão de crédito.

saiba mais

  • Como ativar a função de chamada no WhatsApp para fazer ligações grátis?
  • Galaxy S6 Edge ou iPhone 6 Plus: qual dos tops é o melhor?
  • Saiba instalar aplicativos de um cartão SD no Windows Phone

A dica para se proteger é nunca clicar em links suspeitos, mesmo que tenha sido enviada por amigos do WhatsApp ou demais mensageiros móveis. O celular da pessoa pode estar infectado e disseminando esse link para fazer um maior número de vítimas, sem o conhecimento do usuário. Então, não custa nada perguntar do que se trata antes de  sair abrindo qualquer página.

O mesmo vale para a navegação na Internet. Segunda a PSafe os navegadores móveis são ainda mais suscetíveis a ataques já que não tem uma proteção tão completa quanto a versão desktop. Vale a pena ficar de olho em qual site você está acessando, principalmente quando for fazer comprar online. Garanta que aquele link é realmente da loja em questão e não uma página redirecionada.

Vale a pena migrar do Android para o Windows Phone?

Veja no Fórum do TechTudo

Mensagens SMS

Ela parecem inofensivas, mas podem também fazer vítimas de golpes ou redirecionar para a instalação de vírus. A mensagem normalmente contém alguma vantagem para o usuário, como um “prêmio” ganho ou ofertas boas demais para ser verdade. Então o mesmo vale para SMS: não abra links ou sites que você não conhece, ou que parecerem suspeitos.

Fique de olho nas mensagens SMS (Foto: Anna Kellen/TechTudo)
Fique de olho nas mensagens SMS (Foto: Anna Kellen/TechTudo)

Além do problema do spam, já que o SMS é utilizado por muitas empresas para fazer propaganda, ignore mensagens de números desconhecidos. Ao responder com informações pessoais ou tocar em qualquer link você corre o risco de ter seus créditos drenados e uso indevidos de seus dados.

Celular offline ou desligado

Mesmo com o celular sem conexão com a Internet, alguns vírus já instalados podem continuar ativos no seu smartphone. Além disso, recentemente foi descoberto até um malware para Android que “finge” desligar o celular mas continua ativo, registrando imagens, conversas e dados dos usuários. Então vale se precaver sempre para não cair em golpes.

Antivírus

Meu celular precisa de um antivírus? A resposta é sim. Apesar do que muitos usuários pensam, não é só o computador que precisa de um bom antivírus para ajudar a se prevenir no dia a dia. E isso vale para todos os sistemas operacionais, principalmente o Android, que é mais suscetível à ser contaminado com vírus. Estão disponíveis diversas opções gratuitas, então não há desculpas para adiar: procure e instale no seu celular para não correr mais riscos. Para ajudar, o TechTudo tem algumas opções de antivírus gratuitos para proteger o seu Android.

Atualização

Por fim, e não menos importante, está a atualização do sistema móvel. Além das novidades de visual da nova interface, as atualizações servem principalmente para a empresa da plataforma corrigir erros e falhas de segurança no sistema, que tenham sido detectados. Assim, o usuário utiliza uma versão mais segura para suas atividades diárias.

Atualização é importante para manter sistema do smart seguro (Foto: Barbara Mannara/TechTudo)
FONTE: TECHTUDO

 

Anúncios