O Galaxy Ace foi um dos mais populares smartphones da Samsung e, embora já tenha saído de linha há algum tempo, continua tendo uma base fiel de usuários. O problema é que as atualizações pararam de chegar, se limitando ao antigo Android 2.3, o que abre espaço para updates não-oficiais. Se você está pensando em uma alternativa de software para seu Ace, veja quais os prós e contras em fazer o procedimento manualmente.

Veja como saber se o Galaxy S4 é original para não cair em golpes

Primeiro, vale ressaltar que uma atualização forçada de qualquer smartphone requer alguns conhecimentos básicos sobre o Android: como fazer root, instalar uma recuperação customizada, fazer backup no Android e instalar uma ROM nova a partir do cartão microSD. Se você não se sente seguro com essas tarefas, a dica é ficar com o Android 2.3, já que um erro procedimental pode ser fatal para seu aparelho.

Pontos positivos

Após ler bastante e decidir por se arriscar a instalar uma ROM customizada em seu Galaxy Ace, saiba que as vantagens podem ser enormes. Isso porque o aparelho tem uma comunidade muito ativa no XDA Developers, fórum americano que reúne desenvolvedores, tornando possível que versões recentes do Android sejam adaptadas para o smartphone com alguma regularidade.

O CyanogenMod é uma dessas versões não-oficiais do Android disponíveis para o Ace. O sistema deixa o smartphone como novo, principalmente porque se trata da experiência quase pura do Android, sem o problemático TouchWiz da Samsung. Aliás, não será surpresa se a comunidade conseguir adaptar o CyanogenMod 12, com Android 5.0 (Lollipop), para o antigo aparelho da Samsung dentro de algumas semanas.

Já há, por exemplo, uma variante do CyanogenMod 11, com Android 4.4 (KitKat), especialmente dedicada para o Galaxy Ace. Com isso, ele ganha uma cara totalmente renovada, com cores e animações de transição de telas diferentes, tudo com um bom desempenho graças ao Project Butter, que otimiza o uso da memória RAM.

Celular entra na Internet ‘sozinho’?

Entenda o porquê no Fórum do TechTudo

Há também pesquisa por voz no Google Now, um novo discador com uma espécie de Páginas Amarelas para encontrar números de estabelecimentos comerciais, e uma câmera mais ágil. Além disso, talvez a mudança mais importante seja compatibilidade com muito mais aplicativos na Play Store, cuja oferta não se limitaria mais ao finado Android 2.3 (Gingerbread).

Pontos fracos

Apesar das vantagens, há várias falhas que podem vir com a atualização manual do Galaxy Ace, especialmente se você optar por uma ROM experimental. Nesse caso, a primeira coisa a se fazer é obter a imagem de fábrica do aparelho, ou seja, o arquivo de instalação do sistema original, que pode ser muito útil se algo der errado.

O CyanogenMod 11, com Android 4.4, ainda não tem uma versão completamente sem bugs para o Galaxy Ace, o que pode ser obtido com mais facilidade usando versões anteriores da ROM, que oferecem o Android 4.0 ao 4.3. Se você quer melhorar o desempenho e experiência de gráficos do seu Ace, a dica segura, portanto, é optar pelo CyanogenMod 9 ou 10.

Alguns bugs reportados pelos usuários do CyanogenMod 11 no Ace envolvem erro na câmera, na galeria de fotos e queda do sinal Bluetooth. Vale, então, fica de olho por versões que resolvam essas questões.

Fique atento também a dois detalhes básicos. Mudar a ROM do seu smartphone significa também perder a garantia de fábrica. A boa notícia é que isso não deve ser problema para donos de Galaxy Ace, já que o aparelho provavelmente foi comprado há bem mais de um ano e a garantia já se foi de qualquer maneira. Além disso, não precisa ficar inseguro quanto a aspectos legais: ninguém irá puni-lo por mudar o software de um produto que você adquiriu, afinal, o sistema usado como substituto é de código aberto, não uma versão pirata como acontece em computadores com Windows.

No final, a decisão por fazer root e instalar uma ROM diferente no Galaxy Ace depende unicamente da sua confiança em realizar os procedimentos e paciência para separar um dia inteiro para isso. Se esse for seu caso, vá em frente: depois de atualizado, a vida útil do Galaxy Ace nas suas mãos pode aumentar consideravelmente.

Anúncios