Em recente entrevista para o jornal The Observer, Lily Allen explicou a inspiração e o significado da letra de Hard Out Here: “Dolly Parton é uma bitch, Adele é uma bitch. Angela Merkel é uma bitch… Rihanna é uma bitch inspiradora, minha mãe, Miley é uma bitch em ascensão. Ela é minha heroína. E acrescentou a tempo: “Kate Middleton NÃO é uma bitch” Ou seja, existem vários tipos de “bitch” por aí.

Ela também falou sobre as críticas que recebeu, que diziam que o clipe era racista, ela explicou que essa não é a mensagem do clipe e que ela ia fazer twerk, mas que ensaiou e no fim acabou não conseguindo.

Ela também comentou a respeito do fato de que hoje, a maioria dos artistas não escreve suas prórias músicas: “Ninguém diz nada de verdade, hoje em dia. A maioria destas garotas tem as próprias músicas escritas por outras pessoas. Me incomoda, porque ‘eh oh eh oh ahh’ não é um refrão – não existe um momento em que eu me sinta conectada, sabe? Eu preciso de uma narrativa.”.

E para o grand finale, ela explicou o que a inspirou a escrever a letra da música:
“Houve uma pessoa que foi particularmente desagradável comigo no Twitter por nenhuma razão aparente. Eu estava lutando para encontrar minha voz – não minha voz cantando, porque nunca encontrei isso – mas a minha voz compondo”, disse à BBC Radio 1. “Essa pessoa estava particularmente horrível comigo e aconteceu de eu estar no estúdio na época. Foi simplesmente brilhante, porque acendeu essa chama juvenil na minha barriga. Então, obrigada senhora Banks.”

Pra quem não lembra, ainda esse ano, as duas meio que brigaram pelo twitter quando Azealia Banks do nada começou a falar que Lily usava cocaína, que seus filhos eram feios e que seu marido também. Lily se limitou a dizer que Banks era artista de um hit só.

FECHOU?

Anúncios